DE PARTIDA NOVAMENTE ABRIL/2012

                       

No próximo sábado, dia 17/03, estamos saindo rumo a Rio Grande, mesma data na qual saímos em 2009 rumo ao Sul. Na época a idéia era de que na volta deixaríamos o TAO em Rio Grande e só passaríamos uns poucos dias de visita à família. A doença da minha mãe provocou uma grande mudança de planos e em Porto Alegre permanecemos durante mais um ano. Foi o ano de uma despedida bem definitiva para nós.

Em maio de 1010 zarpamos rumo ao Norte, livres e leves e soltos. Mas não tanto como pensávamos... No final do ano, em Angra dos Reis tivemos o problema no fundo do TAO, conforme relatamos em manutenção & cia. Decidimos então voltar ao Sul para fazer o conserto lá no Estaleiro Vilasboas em Pelotas. Outras questões surgiram, desta vez para o Ricardo dar conta, por isso retornamos ao Portinho mais uma vez.

Como teríamos que ficar por aqui mais tempo resolvemos fazer a modificação do dog-house e do bimini do TAO para formas mais definitivas e duradouras. O inverno chegou muito duro, com frio e chuva muito acima do esperado e nossas obras foram ficando para depois... 

Quando viemos enfim para Tapes, perto da primavera, surgiu a possibilidade de fazer a navegada para Jaguarão, com nosso grande amigo Emílio, do veleiro Adriana.  Mais uma vez, mudança de planos, e seguimos na velejada que foi maravilhosa, tanto pela companhia dos amigos Emílio e Sílvio, como pelos lugares visitados. Está tudo relatado nos diários de bordo.

Ao retornarmos em novembro, começamos as obras finalmente...

O Dog-house está pronto e ficou ótimo. O bimini o Ricardo acha que ficou ótimo também, porém eu queria que tivesse ficado melhor! Mas como somos leigos, marinheiros de primeira viagem nestas águas, está tudo bom, e como diz o sábio taoísta Sun Tzu: “O bom é melhor que o ótimo”.

Inúmeras vezes durante o ano passado me questionei sobre o que estava acontecendo conosco. Era para estarmos longe, velejando, o que estávamos fazendo aqui? Minha sensação era de estar encalhada.

As coisas vão acontecendo na vida, vamos fazendo escolhas e o universo vai trazendo situações com as quais temos que lidar e que, aparentemente, não estavam no ‘script’.

É essencial fazer as escolhas sem perder de vista o objetivo principal. Colocar as situações em perspectiva e se dar conta que o viver é agora e a felicidade não depende do lugar ou situação de vida, mas de uma decisão pessoal.

Todas as coisas que vivemos nestes últimos anos vem concretizando em nós os novos valores de vida e realização, que viemos buscando desde que resolvemos viver a bordo, mudando radicalmente nossas vidas, tanto individualmente como enquanto parceria.

Tudo é maravilhoso e fantástico para cada um de nós enquanto descobertas interiores de poder e auto- sustentação. Viver cada dia integralmente era inicialmente um grande desafio, hoje já bem menos difícil.

A busca Taoísta de ‘viver sem esforço’ e ‘agir pela não ação’ requerem foco e intenção que nos foi sendo proporcionado na vivencia de administrar o tempo, as escolhas e a continuidade das atividades para as quais nos propomos nestes tempos. Podemos dizer que estamos muito mais ‘inteiros’ no que fazemos hoje em dia.

Agora é só dar continuidade às navegadas e abraçar o desconhecido...

 



26/04/2012
0 Poster un commentaire

Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour

Rejoignez les 3 autres membres